Criado em 1987 pelo Dr. Paulo Ferrara para correção de altas miopias.


 Em 1996, com o advento do Excimer Laser, o Anel de Ferrara™ passou a ser utilizado para o tratamento do paciente portador de ceratocone.
Em 1998 o Dr. Paulo Ferrara ministrou o primeiro Curso de Implantes de Segmentos de Anéis Intracorneanos (ICRS) para a correção de ceratocone.
Hoje, esta tecnologia está presente em 87 países com mais de 600.000 olhos implantados.

Produzido em PMMA, sendo totalmente tolerado pela córnea.


Disponível em duas versões o Anel de Ferrara™ Premium é produzido em PMMA (polimetilmetacrilato - o mesmo material das lentes intraoculares) Amarelo, o que cria um filtro complementar à luz azul, predominantemente noturna, que pode causar halos e glare.
Ao longo dos mais de 30 anos de existência, os conhecimentos sobre o mecanismo de ação dos anéis aliado às novas técnicas semiológicas e a utilização do laser de Femtosegundo para a sua implantação, fizeram com que a técnica se tornasse mais segura e previsível.


PAISES

IMPLANTES

DESDE




HISTÓRIA


ANEL DE FERRARA™




INDICAÇÕES de USO

Além do Ceratocone o Anel de Ferrara™ também é indicado para as seguintes ectasias:

Astigmatismo pós transplante de córnea
O Transplante de Córnea é a última opção para o tratamento do paciente portador de ceratocone mas não resolve os problemas do paciente. Além do trauma causado pela cirurgia, astigmatismos irregulares indesejáveis são comuns. O Implante de Anel de Ferrara™ para correção destes astigmatismos é a opção mais indicada para a melhora da qualidade de vida do paciente.
Ectasia pós LASIK
Utilizado normalmente como técnica associada no tratametno refrativo, o LASIK pode fragilizar a estrutura corneana e favorecer o surgimento de deformidades que podem ser regularizadas com o Implane de Anel de Ferrara™.
DMP - Degeneração Marginal Pelúcida
Caracterizada pelo afinamento periférico progressivo da parte inferior da córnea, a DMP causa altos astigmatismos irregulares, o que dificulta a correção da visão com lentes de contato ou óculos.

Mais comum em jovens e adultos entre 20 e 50 anos não existem tratamentos preventivos para a DMP, a progressão é lenta e contínua. O hábito de coçar os olhos pode agravar a doença e deve ser evitado.

O Implante de Anel de Ferrara™ reduz o astigmatismo irregular e facilita a reabilitação visual com a auxílio de lentes corretivas.

CERATOCONE

Pacientes com ceratocone que apresentam evidente evolução do cone são os melhores candidatos para implante dos segmentos de Anel de Ferrara™.

Em 85% dos casos o implante de Anel de Ferrara™ estabiliza a evolução do ceratocone e permite a correção adequada da visão com o uso de lentes de contato ou óculos.

Qualidade de vida, é o relato da maioria dos pacientes que se submeteram ao Implante de Anel de Ferrara™.

A intolerância às lentes de contato é uma é uma indicação formal para o implante dos anéis, porquanto os pacientes não conseguem boa acuidade visual com os óculos e ficam assim impossibilitados de realizar suas atividades habituais.

O Implante de Anel de Ferrara™ pode ser associado à adaptação de lentes de contato rígidas, gelatinosas ou esclerais, à correção de astigmatismo pós transplante de córnea e ao Crosslinking.




VANTAGENS


Alta taxa de satisfação
Como é uma técnica ortopédica, o Anel de Ferrara corrige deformidades da córnea recuperando a curvatura fisiológica. Após a cirurgia, é possível corrigir-se ametropias residuais com as correções óticas convencionais ou lentes de contato.
Estabilização do ceratocone
Em 85% dos casos o implante de Anel de Ferrara™ estabiliza a evolução do ceratocone e permite a correção adequada da visão com o uso de lentes de contato ou óculos.
Redução de transplantes
Não existe idade mínima para a realização do procedimento, o que contribui para a redução da esperas por transplante de córnea. (30% deles são atribuídos a casos de ceratocone)
Procedimentos associados
Pode ser realizado em associação com outros procedimentos como adaptação de lentes de conato e lentes intra-oculares, retardando ou evitando o transplante de córnea.
Baixo índice de complicações
Preservação da estrutura da córnea, baixíssima taxa de complicações permitindo a 95% dos pacientes operados a rápida reintegração `as suas atividades diárias.
Reversibilidade
Permite que a córnea retorne `as dimensões apresentadas antes da cirurgia acaso um segmento de Anel tenha sido removido.
Reajustabilidade
Através da troca ou reposicionamento de segmento, em alguns casos, foi possível corrigir-se hipercorreções.
Biocompatibilidade
O acrílico com que é produzido o Anel de Ferrara é inerte e biocompatível.

TÉCNICA CIRÚRGICA




NOMOGRAMA


Dada a individualidade de cada caso de ceratocone, o nomograma, ou forma de uso do Anel de Ferrara™, é uma sugestão para a escolha dos segmentos e planos cirúrgicos, produzido a partir das estatísticas de resultados de implantes realizados nos últimos 20 anos.
Pelos resultados observados utilizamos hoje a Asfericidade como parâmetro principal para a indicação de posição, tamanho de arco e espessura dos segmentos de Anel de Ferrara™.

MECANISMOS DE AÇÃO


O Anel de Ferrara obedece aos postulados de Barraquer e Blavatskaya. De acordo com os referidos postulados, a adição de tecido à periferia da córnea resulta em aplanamento e o diâmetro do Anel determinaria em quanto a córnea aplana. Portanto, quanto mais tecido adicionado (espessura do anel) e menor o diâmetro, maior é a correção obtida sobre a miopia. Os estudos resultaram nas seguintes observações adicionais:

Interrupção ou retardamento da evolução do Ceratocone
Diminuição dos sintomas relacionados como coceira, fotofobia e dor e/ou desconforto ocular;

Diminuição da profundidade da cãmara anterior
como observado por biomicroscopia ultrasônica;

Aplanamento
Aplanamento central e periférico com preservação da asfericidade;

Regularização da superfície corneana
através do efeito ¨couppling¨causados pela forma dos segmentos;

UCVA
Não correspondência entre UCVA após a cirurgia e ametropia residual. Por vezes se observa melhoria da qualidade visual coexistindo com erros refrativos residuais;

Efeito Prismático
O efeito prismático gerado pelas secção triangular elimina os halos e o ofuscamento que pode ser causado pelo baixo diâmetro das órteses;

Filtro Amarelo
O filtro amarelo impede a entrada da luz azul nos olhos diminuindo, portanto, a sensação de halos e reflexos noturnos.

ISO 9001, ISO 135485 e CE mark.

Criado e Desenvolvido exclusivamente para implantes do Anel de Ferrara.


ONDE ENCONTRAR


Anel de Ferrara™


Paciente



  • Indicamos o Médico Oftalmologista mais próximo de você
  • O Anel de Ferrara deve ser indicado pelo seu Oftalmologista
  • Atendimento diretamente com nossos consultores

Médico



  • Indicamos o Revendedor Autorizado mais próximo de você
  • O Anel de Ferrara deve ser adquirido somente pelo Médico
  • Atendimento diretamente com nossos representantes

Fale Conosco